Breve Histórico do SEBRAM


Os fundadores do Seminário foram Willard Stull e Albert Spieth, em 1949. Começou com dez alunos no edifício da Igreja Batista Regular de Cachoeirinha, que era a única Igreja do movimento em Manaus. Havia somente mais outras duas Igrejas Batista Regulares naquele tempo. Uma em Boa Vista (Roraima) e a outra em Rio Branco (Acre).

Dando ênfase ao trabalho prático junto com os estudos bíblicos, os professores evangelizavam em Manaus, nos bairros existentes. Como resultado, várias congregações começaram e depois foram organizadas em Igrejas. Alguns professores e alunos andaram à pé para o local onde hoje está a Igreja batista Regular da Graça enquanto outros pegavam o bonde, e depois indo de canoa para o bairro São Raimundo (porque não havia outro acesso para aquele bairro) iniciando assim a Igreja Batista Regular da Glória. Eles criaram pontos de pregações, geralmente nas casas de famílias crentes ou, pelo menos, interessadas no evangelho. Depois as próprias igrejas começaram esta prática de evangelização e agora estão gerando outras igrejas nesta cidade que tem crescido desde 1949.

Desde o início, o Seminário tem procurado dar ênfase ao ensino da Palavra de Deus. Como Paulo aconselhou seu filho na fé, Timóteo: “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra. Conjuro-te, perante Deus e Cristo Jesus, que há de julgar vivos e mortos, pela sua manifestação e pelo seu reino: prega a palavra, insta, quer seja oportuno, quer não, corrige, repreende, exorta com toda a longanimidade e doutrina”. II Timóteo 3:16; 4:1-2.

O SEBRAM, ao mesmo tempo, tem reconhecido através dos anos que, é necessário que o obreiro tenha um bom testemunho, andando de acordo com os ensinos da Palavra de Deus.

Os primeiros trinta anos do SEBRAM ficaram sob a responsabilidade dos missionários da Baptist Mid-Missions e tiveram como diretores Willard Stull, Albert Spieth, Garnete Trimble, David Stowell, Richard Wakefield e Bill Smallman. Em Julho de 1979 a administração passou da Mid-Missions para um conselho autônomo, formado em sua maioria por pastores e irmãos da região. A partir de Julho de 1979, o SEBRAM teve como diretores os pastores Sebastião Marcelice Gomes, Marcos Trimble, Manuel Morais, Raimundo Mendes Neto, Francisco Felício Poderoso, Mark Worden, Juvino de Souza Rodrigues, Roberto Lankford, Joanilson Azevedo Pinto e João Costa de Souza, que está a frente do Seminário desde 2002.